Vale do RosmaninhoVale do Rosmaninho

Criação de Abelhas raínhas 2014…

Mais um ano, mais um inicio de “campanha apícola”, onde, quem tem “paixão e doença” pelas abelhas, à muito espera pela nova época, onde tentamos sempre, evoluir um pouco mais de forma a consolidar conhecimentos e melhorar a apicultura que praticamos… algo que se repete, ano após ano. É este o fascínio da apicultura… nunca conseguimos atingir o patamar máximo… existem sempre novos desafios a alcançar.

– Quadro de criação operculada  de uma das nossas matriarcas –

Na nossa exploração, já há uns meses que tem havido muito trabalho, onde, dificilmente se tem conseguido diferenciar os dias de semana dos fins de semana…
 
Este ano, além de termos adquirido novas instalações e termos mais um colaborador a tempo inteiro de forma a satisfazer cada vez mais os nossos clientes, elevamos a fasquia ao nível da profissionalização da nossa exploração, onde cada vez mais, a criação de abelhas rainhas selecionadas tem um papel importantíssimo, sendo este o caminho que queremos percorrer… “a especialização na produção de material vivo selecionado”. É um caminho difícil, onde mesmo havendo seriedade no trabalho, os resultados irão demorar anos a chegar.
 
Pela primeira vez, este ano após as rotinas normais das colmeias (alimentação, tratamentos, etc.), começamos a reparar numa das colmeias mais fortes que tínhamos marcadas (num efetivo de 300 e poucas), que esta tinha um comportamento “estranhamente” dócil e calmo nos quadros. Mesmo em dias ventosos e desagradáveis… após várias tentativas de estimular a “defensividade” desta colónia não foi fácil. Sacudimos abelhas e nada! Esperemos que estejamos perante um património genético raro no seio da raça ibérica… vamos ver o que as filhas nos trazem como resultado…
 
As primeiras rainhas do ano vão nascer já este dia 20 e 21 de Março, tendo os primeiros alvéolos reais, saído excecionais… estando as larvas assentes num “oceano” de geleia real.

– Alvéolos reais 2014 –

A experiência tem-nos ensinado a superar as dificuldades do inicio de época, onde as colmeias iniciadoras órfãs e a redução do número de cúpulas por continuadora tem um papel preponderante na qualidade das primeiras rainhas da estação.

Uma boa alimentação antes e após a colocação das cúpulas também é fundamental nesta época. As tortas proteicas são importantíssimas para que as abelhas segreguem muita geleia real de forma a alimentar devidamente as larvas que virão a ser futuras rainhas.

Este ano, decidimos que deveríamos acerca-nos o mais possível a uma alimentação suplementar “natural” de forma a garantir o máximo de qualidade. Para isso debruçamo-nos nos contactos e conhecimentos que adquirimos quando trabalhamos na Austrália e conseguimos obter mel e pólen esterilizados por “radiação gama”. Um serviço e produto completamente novo em Portugal, estando ao alcance de qualquer apicultor, sendo possível esterilizar o mel e pólen da produção própria.

 
A aceitação “média” das cúpulas apesar de ter rondado os 60% no primeiro picking… não nos podemos queixar quanto à qualidade do produto final.
 
– Inspeção da percentagem de aceitação das primeiras cúpulas 2014 –
 
Achamos que a baixa aceitação dos primeiros pickings, muitas vezes também está relacionada com a quantidade de material novo que ainda não está “devidamente familiarizado”, baixando muito a percentagem de aceitação, pois quando usamos novamente a cúpulas “rejeitadas”, a aceitação sobe consideravelmente.
 
– Alvéolos reais de 2014 com 9 dias –

 
 
Entre dia 27 e 29 de Março vamos iniciar as inseminações artificiais, onde pretendemos cruzar várias colónias selecionadas umas com as outras, esperando obter um bom produto final.

Este ano, infelizmente já não aceitamos mais encomendas de rainhas fecundadas… onde, apesar de podermos fazer o registo das mesmas, estas irão estar sujeitas a haver disponibilidade, não sendo esta garantida.

 
Vamos ver como vai correr o ano… esperemos que seja um ano excecional!
 
 
João Tomé
…um apicultor, pela apicultura…
Comments are closed.

 
footer9b