Vale do RosmaninhoVale do Rosmaninho

“Visita à exploração de Gilles Fert”

Após alguns meses de organização (pois o Gilles Fert parece ter uma agenda muito preenchida) foi possível visitar a exploração de criação de raínhas e instalações de Gilles Fert, o maior produtor de raínhas da Europa.
Passamos um dia completo na sua presença, onde nos foi explicado ao pormenor todos os passos da criação de raínhas (por ele praticada), a forma como faz paquetes de abelhas, colecta o polén, o propolis e todos os meios e instrumentos que utiliza para estes fins.
Também nos foi dada uma breve explicação sobre inseminação artificial e técnicas de produção de zangões.
No segundo dia de visita, fomos visitar dois grandes apicultores, onde foi possível visitar as suas instalações, melarias, falar sobre os seus instrumentos e técnicas de trabalho, etc.
Quanto à visita à exploração de Gilles Fert, existem poucos adjectivos que consigam descrever o quanto positivo e enriquecedor foi, pois foram muitas as ideias que trouxemos e uma perspectiva diferente da apicultura Francesa.
Tudo começou por uma breve recepção na sua casa apícola, onde tomamos um chá, nos apresentamos, e demos inicio a esta mini formação.
Segundo Gilles Fert, produz cerca de 6000 raínhas por ano, sendo na sua maioria encomendas de grande escala, dividindo os apiários de fecundação por lotes, correspondendo cada lote a um cliente.
Um vez que tem 6 filhos, por brincadeira, dissemos-lhe que tinha um filho por cada 1000 raínhas… já sabem, se quiserem ter filhos, têm de ir para a França criar raínhas… lol
Há mais de 20 anos que usa os mini núcleos Kieler e pelos vistos vai continuar a usar pois continua bastante satisfeito.
Algo que nos impressionou, foi o preço das raínhas matrizes, pois tem lá raínhas, que segundo ele, custaram 2000 euros… (eu como trouxe algumas filhas, se alguém as quizer comprar por 500 euros, julgo que fazem um bom negócio! lol)
A raça mais usada por ele e pelos clientes é a Caucásica que cruzam com a abelha negra (nativa), sendo os híbridos a prática mais comum, contudo parece que alguns apicultores estão a regressar apenas à abelha nativa.
Durante a visita tinha algumas rainhas italianas a nascer, que pertenciam a uma linha de abelhas seleccionada para produção de geleia real.
Segundo Gilles Fert, tem havido perdas de colmeias na França na ordem dos 30 a 40% anuais, havendo apicultores que as perdem na totalidade, tendo sido algo que nos atormentou! Quanto ás causas, parecem ser várias, contudo os pesticidas usados na agricultura e os níveis elevados de produtos químicos nas ceras (resultantes dos sucessivos tratamentos), parecem dar o seu contributo.
Algo que nos motivou, (principalmente a nós), foi saber o quanto são importantes os produtos em modo de produção biológico, pois a sua procura tem disparado, sendo a procura bem superior à oferta.
Quanto à visita a dois grandes apicultores franceses durante o segundo dia, foi muito interessante saber como trabalham, se organizam, a importância que dão às raínhas seleccionadas e ver o nível de vida que têm, pois os produtos da colmeia são bem mais valorizados que no nosso país, sendo os rendimentos bem superiores.
Foram muitas as ideias e conhecimentos assimilados durante a visita, contudo, como devem compreender é muito difícil expôr tudo ao pormenor, pois cada um de nós tomou atenção e reteve os assuntos, conforme os seus interesses próprios.
Deixo algumas fotos desta fantástica visita que soube a pouco:
– Queijinho de Monsanto, terra mais portuguesa de Portugal –

Com o tempo a traça encarrega-se de limpá-las!

Cupulas para produção de geleia real

Quadro de banco de raínhas

Vista parcial do apiário de fecundação

Quadros de criação da raça caucasica

Teste de limpeza

Uma raínha matriarca

Colecta de polén

E como nem só de abelhas se vive, lá fomos comer pato, o prato de carne mais comum…


Algumas fotos da visita a dois grandes apicultores:

Um visita que soube a pouco e nos incentivou a organizar mais visitas do género, pois regressamos mais “ricos”!
Cumprimentos,
João Tomé
…um apicultor, pela apicultura…
  • António Ramião
    António Ramião
    28.06.2012

    Estou sem palavras…um verdadeiro apicultor, pela apicultura. Obrigado pela pequena partilha de uma grande experiência.

    saudações
    antónio ramião

  • Anónimo
    Anónimo
    29.06.2012

    Grande visita! Parabens pela reportagem.

    Abelhasdoagreste

  • Ganhão
    Ganhão
    29.06.2012

    Amigo Obrigado pelas fotos, um dia destes conversamos um pouco mais sobre esta grande lição de alto nível, para se poder avançar é necessário estarmos sempre a obter conhecimento assim como ele também o faz e estar recetivo a poder mudar se necessário. Vejo que a companhia tambem ajudou.

  • Francisco Rogão
    Francisco Rogão
    01.07.2012

    Belas fotos
    Sem duvida uma grande visita a alguém espectacular tanto como pessoa como apicultor.

    Tive o prazer de o ter em Macedo dia 28 de Abril e foi sem duvida um gigante a ensinar de forma a que toda gente o pudesse compreender, de certeza que quem acompanhou o João Tomé não se arrependeu.

    Francisco Rogão

  • Rosmaninho
    Rosmaninho
    01.07.2012

    Obrigado a todos pelos comentários!
    Foi sem dúvida uma grande experiência que aconselho a realizar, pois existem pormenores e segredos que não vêm nos livros, apenas a vida nos vai ensinando!

    Cumprimentos,

    João Tomé

Comments are closed.

 
footer9b